Apresentação Quem somos Projeto Bem Me Quer Paquetá Os Músicos A Equipe
Partituras compartilhadas Agenda Noticias Fotos e vídeos Links importantes Contato

OS MÚSICOS

     
 

Violinos


Luca Kevorkian

Nasceu no Rio de Janeiro em 1999. Iniciou seus estudos musicais em 2004 na Casa de Artes Paquetá, frequentando as aulas de musicalização infantil, flauta doce e teatro, como parte do Projeto Bem Me Quer Paquetá. Começou a ter aulas de violino em 2007 com a violinista venezuelana, Carla Rincón, com quem estuda até hoje. 
Participou dos musicais Maestro Anacleto de Paquetá, Um Rei em Paquetá -  música de João Guilherme Ripper, Histórias da Ilha – música de Edino Krieger, Uma Pescaria Musical, Lendas de Paquetá - com música de Edmundo Villani-Côrtes, dentre outros. Integra a Orquestra Jovem Paquetá como spalla desde a sua formação e com essa orquestra tem se apresentado nas mais importantes salas de concerto do Rio de Janeiro. Com essa orquestra, acaba de cumprir uma agenda de 5 concertos pela Alemanha em Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim.
Participa com regularidade de festivais de música e master classes, tocando para mestres tais como: Carla Rincón, Theodora Geraets, Marija  Mihajlovic, Jed Barahal e Pinchas Zukerman. Realiza trabalho de música de câmara - duo de violino e violoncelo - com Miguel Braga, orientado por Carla Rincón e Ronildo Alves. Em julho de 2014, foi bolsista da 45ª. Edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, participando em todas as apresentações da Orquestra do Festival no Auditório Claudio Santoro e na Sala São Paulo, sendo regido por Marin Alsop e Giancarlo Guerrero. Nesse festival, recebeu aulas dos professores Emmanuele Baldini, Daniel Guedes, Aaron Boyd, Elisa Fukuda, Alessandro Borgomanero e Lavard Skou Larsen. Luca é 2º. Prêmio no Concurso Internacional Cidade do Fundão, realizado em Portugal em 2012 e 1º. Prêmio no 15º. Concurso Nacional de Cordas Paulo Bosísio, realizado em Juiz de Fora – MG em 2013.


Ewerton Candido

Iniciou seus estudos em 2009 com a professora Andreia Carizzi,  participou da camerata Theresa Cristina em Teresópolis, sob a regência do maestro e trompista Zedenek  Svab. Integrante da Orquestra Jovem de Paquetá , participou de uma turnê na Alemanha se apresentando em cinco cidades, dentre elas Berlin. Em 2012 esteve na Oficina de Musica em Curitba tocando na Orquestra Sinfônica do festival. Aluno atualmente de Carla Rincón, com quem faz regularmente masterclass ,  tocando também para o Cellista Jed Barahal. Teve o privilegio de assistir um ensaio e um concerto da filarmônica de Berlin onde propiciou um crescimento muito grande  para sua carreira musical.


Helena Camargo

Integra o naipe dos primeiros violinos na Orquestra Jovem Paquetá desde o início de 2014. Natural de Teresópolis, Helena iniciou seus estudos de violino em 2009 com a professora Andréia Carizzi com quem participou de várias atividades musicais dentre elas uma apresentação no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Participa da Camerata Theresa Cristina em Teresópolis, sob regência do maestro e trompista Zedenek  Svab.  Atualmente é aluna da professora Carla Rincón com quem realiza um trabalho de técnica e repertório e com quem faz masterclasses regularmente no Rio de Janeiro. Tem se apresentado regularmente com a Orquestra Jovem Paquetá no Rio de Janeiro e em Paquetá apresentando mensalmente repertório diverso trabalhado pela orquestra. Recentemente participou do Festival do Vale do Café em Vassouras – RJ, recebendo aulas do violinista Ricardo Amado.


Ícaro Protasio

Natural do Rio de Janeiro e desde 2005 é aluno do projeto Bem Me Quer Paquetá, primeiramente frequentando as aulas de flauta doce, canto coral e teatro. Em 2009 passou para a turma de violino sob a orientação da professora Carla Rincón, com quem estuda até hoje. Em 2010 estreou na Orquestra Jovem Paquetá como primeiro violino. Participou de todos os espetáculos cênico-musicais do projeto desde o seu início atuando e tocando nas obras de TIM Rescala, João Guilherme Ripper, Edino Krieger e Edmundo Villani-Côrtes.. Realizou com a Orquestra Jovem Paquetá uma turnê internacional pela Alemanha nas cidades Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim. Ícaro participou do Festival do Vale do Café em Vassouras, Rio de Janeiro, em 2014, tendo aulas com o violinista Ricardo Amado, fazendo parte da orquestra sinfônica do festival em apresentações de encerramento.


Daniel Pires

Nasceu no Rio de Janeiro em 1997. Iniciou seus estudos musicais em 2008 na Casa de Artes Paquetá, frequentando as aulas de teoria musical e percepção, como parte do Projeto Bem Me Quer Paquetá. Começou a ter aulas de violino em 2009 com a violinista Carla Rincón, com quem estuda até hoje. Participou dos musicais, Um Rei em Paquetá - música de João Guilherme Ripper, Histórias da Ilha – música de Edino Krieger, Uma Pescaria Musical, Lendas de Paquetá – música de Edmundo Villani-Côrtes, dentre outros. Integra a Orquestra Jovem Paquetá como violinista desde 2010 e com essa orquestra tem se apresentado nas mais importantes salas de concerto do Rio de Janeiro. Com a Orquestra Jovem Paquetá, fez uma turnê pela Europa, fazendo 5 concertos pela Alemanha em Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim. Participou do Festival do Vale do Café em Vassouras, Rio de Janeiro com quem teve aulas com o violinista Ricardo Amado, da Orquestra Sinfônica do Festival.

 

Viola


Vinícius Rego

Começou a estudar flauta doce com o professor Bruno Jardim no projeto Bem Me Quer Paquetá, aos 8 anos e logo depois entrou nas turmas de teatro e coro. Teve papel de destaque em todos os espetáculos cênicos musicais, incluindo o Reio Dom VI, no musical Um Rei em Paquetá, com música de Joao Guilherme Ripper e texto de Conceição Campos, e o Guia, no musical A Moreninha, com música e libreto de Tim Rescala. Aos 15 anos passou a estudar viola com a professora Carla Rincón. Ao lado de Tim Rescala, apresentou o programa infantil Blim-Blem-Blom da Rádio Mec FM durante dois anos consecutivos, assim como participações nos programas Rádio Maluca, da Rádio Nacional. É primeiro violista da Orquestra Jovem Paquetá e com ela viajou para cinco cidades da Alemanha em janeiro de 2014. Apresentou-se nas mais importantes salas de concerto do Rio de Janeiro, como a Sala Cecilia Meireles, Sala Baden Powell , Teatro Carlos Gomes, Teatro João Caetano e participou de importantes festivais e masterclasses. Em 2014 ingressou na Academia Juvenil da Petrobras Sinfônica tendo aulas de viola com o professor Ivan Zandonade.  Participou do quarteto convidado para uma participação na Turnê Saulo ao Vivo, do músico Saulo Fernandes, no Vivo Rio.

Violoncelos


Lara Kevorkian

Nasceu no Rio de Janeiro em 1996 e é aluna do projeto Bem Me Quer Paquetá desde a sua formação. Participou de todas as oficinas do projeto tais como flauta doce, canto coral, teatro e violoncelo e dentro dessas áreas atuou em todos os espetáculos montados pelo Projeto que inclui obras comissionadas dos compositores Tim Rescala, João Guilherme Ripper, Edino Krieger e Edmundo Villani-Côrtes. Estuda violoncelo desde 2003 com Ronildo Alves e Hugo Pilger. Participou da Turnê Alemanha com a Orquestra Jovem Paquetá, excursionando por 5 cidades do país (Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim) sempre com sucesso de crítica e de público. Trabalhou por dois anos consecutivos (2011 e 2012) como atriz-mirim no Programa Blim – Blem – Blom da Radio MEC, idealizado e dirigido por Tim Rescala.


Rodolfo de Medeiros

Natural de Niterói – RJ. Começou a estudar violoncelo aos 13 anos com a professora Gabriela Sepúlveda no programa Aprendiz – Música na Escola em Niterói. No ano seguinte passou a ter aulas com Ronildo Alves ainda no Projeto Aprendiz. Também teve aulas com o violoncelista norueguês Ole Eirik Ree através de um intercâmbio promovido pelo Barratt-Due Musikkinstitutt em parceria com o Rikskonsertene. Já participou de masterclasses com violoncelistas como Alceu Reis, Øystein Birkeland, Márcio Carneiro e Diego Carvalho. Em 2012 ingressou no curso de bacharelado em violoncelo da UNIRIO e atualmente faz parte da classe de violoncelo do professor Hugo Pilger. Rodolfo integra o naipe dos violoncelos da Orquestra Jovem Paquetá desde 2014.



Gabriel Santos

Iniciou seus estudos aos 16 anos na Escola de Música Villa-Lobos com  o professor Márcio Mallard. Um ano depois, passou para Academia Juvenil da Petrobras Sinfônica e teve aulas com o professor Mateus Ceccato. Participou de alguns festivais, tais como, Cinves, Pró-Música, Festival de Verão, Festival do Vale do Café.  Atualmente com 19 anos continua seus estudos musicais no Curso de Bacharelado da UNIRIO na classe do professor Hugo Pilger. Integra o naipe de violoncelos da Orquestra Jovem Paquetá desde 2014.


Contrabaixo


Breno Augusto

Iniciou seus estudos de música aos 9 anos de idade, no projeto Bem Me Quer Paquetá, na Casa de Artes Paquetá, onde começou a estudar violoncelo com o professor Ronildo Alves . Logo em seguida, em 2010, passou a estudar contrabaixo com o professor Rodrigo Favaro, permanecendo até 2013. Participou dos Festivais de Inverno de Londrina-PR (2010), Domingos Martins-ES (2012 e 2013) e Festival Villa Lobos, Festival Vale do Café (2014) tendo como professores, Waldir Bertipaglia, André Geiger, Sandrino Santoro, Quinteto Art Metal e Quarteto Radamés Gnattali. Participou de todos os espetáculos do projeto Bem me Quer Paquetá estreando obras de renomados compositores brasileiros, como Tim Rescala, João Guilherme Ripper, Edino Krieger  e Edmundo Villani-Côrtes, nas mais importantes salas de concerto do Rio de Janeiro. É 1º contrabaixo da Orquestra Jovem Paquetá com a qual esteve recentemente em turnê pela Alemanha. Atualmente, Breno Augusto é monitor nos projetos Bem Me Quer Paquetá e no Instituto Zeca Pagodinho desde 2012.  Cursa Bacharelado em Contrabaixo na UNIRIO como aluno do professor Antônio Arzolla.


Clarinetas


Victor Hugo Rego

Nascido no Rio de Janeiro, iniciou seus estudos de música aos 11 anos. Começou tocando flauta doce através do projeto Bem me quer Paquetá, na Casa de Artes Paquetá, tendo sempre a orientação dos professores Bruno Jardim e Josiane Kevorkian. Em 2007 começou a ter suas primeiras aulas de clarineta com Lúcia Morelenbaum, permanecendo até 2011. Participou dos Festivais de Inverno de Londrina-PR (2010), Domingos Martins-ES (2011) e de Sarzedo-MG (2012), com os professores Sarah Bednarcik (EUA) e Cristiano Alves respectivamente. Também participou do projeto Banda Larga (Funarte) tendo aulas com o professor José Freitas. Como 1º clarineta da Orquestra Jovem Paquetá, já realizou concertos nas mais importantes salas de concerto e teatros do Rio de Janeiro. Participou de todos os espetáculos do projeto Bem me quer Paquetá, estreando obras de renomados compositores brasileiros, como Tim Rescala, João Guilherme Ripper, Edino Kriger e Edmundo Villâni-Cortes. Recentemente esteve em turnê com o grupo pela Alemanha, turnê essa que obteve sucesso de público e crítica. Atualmente Victor Hugo trabalha dando aulas de música para crianças no projeto Bem me quer Paquetá e no Instituto Zeca Pagodinho. Na área didática participou de cursos de férias do método Dalcroze, com o professor Iramar Rodrigues, e musicalização infantil com Maria Fernanda Montero (VNZ), ambos no Conservatório Brasileiro de Música. Cursa Bacharelado em Clarineta na UFRJ, sob a orientação dos professores José Batista Jr. e Cristiano Alves.



Fernanda Praça

Nasceu no Rio de Janeiro, iniciou seus estudos de música aos 3 anos. Começou tocando flauta doce no Projeto Bem Me Quer Paquetá da Casa de Artes Paquetá, recebendo a orientação dos professores Tina Pereira, Bruno Jardim e Josiane Kevorkian. Em 2009 iniciou seus estudos de clarineta com a professora Lúcia Morelenbaum, com quem estuda até hoje. É segunda clarineta da Orquestra Jovem Paquetá e já realizou concertos nas mais importantes salas de concerto e teatros do Rio de Janeiro. Participou de todos os espetáculos do projeto Bem Me Quer Paquetá, estreando obras de renomados compositores brasileiros, como Tim Rescala, João Guilherme Ripper, Edino Kriger e Edmundo Villâni-Cortes. Em 2014 esteve em turnê com o grupo por 5 cidades da Alemanha, turnê essa que obteve sucesso de público e crítica. Recentemente participou do Festival do Vale do Café em Vassouras – RJ, recebendo aulas do professor José Botelho.


Oboés


Luis Felipe Maciel

É natural do Rio de Janeiro. Participa das atividades do Projeto Bem Me Quer Paquetá desde 2006, onde teve importantes papéis em todos os espetáculos anuais do projeto, ou como ator ou como músico (flauta doce e violino). Em 2012 se encantou pelo oboé e passou a estudar primeiramente com o professor Victor Astorga e recentemente com a professora Ximena Povoda. É 1o. oboé da Orquestra Jovem Paquetá desde 2014 e com essa orquestra realizou importante turnê pela Alemanha, tocando em 5 cidades e recebendo calorosos aplausos do público e da crítica.


Patrícia Garcia

Nasceu no Rio de Janeiro em 1999. Desde os 7 anos de idade freqüenta as aulas do Projeto Bem Me Quer Paquetá, participando das aulas de musicalização infantil e flauta doce. Estudou ainda violão no projeto, além das aulas de canto coral e teatro. Aos 11 anos conheceu o oboé e passou a ter aulas com Ximena Povoda e logo depois com Victor Astorga. Participou de vários espetáculos cênico-musicais do Projeto e se apresentou em vários teatros e salas de concerto do Rio de Janeiro. Participou da Turnê Alemanha com a OJP nas cidades de Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim. Atualmente Patrícia é 2º. Oboé da Orquestra Jovem Paquetá.

Fagote



João Luis Maciel

É natural do Rio de Janeiro. Participa das atividades do Projeto Bem Me Quer Paquetá desde 2006, onde teve importantes papéis em todos os espetáculos anuais do projeto, ou como ator ou como músico (flauta doce e violão, além do canto coral). Em 2012 passou a estudar fagote com a professora Ariane Petri, se desenvolvendo rapidamente e passando a integrar a orquestra no naipe das madeiras. É 1o. fagote da Orquestra Jovem Paquetá desde 2013 e com essa orquestra realizou importante turnê pela Alemanha, apresentando clássicos brasileiros em 5 cidades e recebendo calorosos aplausos do público e da crítica.

 

Flauta


João Marcos Moreira

Natural do Rio de Janeiro, João Marcos é aluno do Projeto Bem Me Quer Paquetá desde 2008 e com esse projeto tem atuado em todos os espetáculos montados no Rio de Janeiro, atuando nas mais importantes salas de concerto do Estado. Estreou importantes obras dos compositores que escreveram para o Projeto, tais como, Tim Rescala, João Guilherme Ripper, Edino Krieger e Edmundo Villani-Côrtes. Desde 2010 João Marcos é primeira flauta da Orquestra Jovem Paquetá, sendo aluno do professor Rubem Schuenck. Participou da Turnê Alemanha com a referida orquestra em fevereiro de 2014, tocando em cidades como Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim. Participa frequentemente os festivais de música, tais como o Festival de Inverno de Domingos Martins – ES (2013) e o Festival Vale do Café – Vassouras – RJ (2014).

Percussão


Rafaella Fonseca

Natural do Rio de Janeiro, Rafaella integra o naipe de percussão da Orquestra Jovem Paquetá desde 2012. Participou de diversos espetáculos do Projeto Bem Me Quer Paquetá nos mais variadaos teatros e salas de concerto do Rio de Janeiro. Viajou em turnê para a Alemanha com a OJP, a qual se apresentou nas cidades de Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim em fevereiro de 2014, recebendo elogios e aplausos de público e crítica local.



Emanuel Barbosa

Nasceu no Rio de Janeiro em 1990. Iniciou seus estudos musicais em 2009 na Casa de Artes Paquetá, frequentando as aulas de teoria musical e percepção, como parte do Projeto Bem Me Quer Paquetá. Começou a ter aulas de percussão em 2009 com o percussionista e baterista Lourenço Vasconcellos, com quem estuda até hoje. Teve aulas com professores como Leo Sousa, grande percussionista da Orquestra Sinfônica Brasileira e Daniel Serale. Participou dos musicais, Um Rei em Paquetá - música de João Guilherme Ripper, Histórias da Ilha – música de Edino Krieger, Uma Pescaria Musical, Lendas de Paquetá - com música de Edmundo Villani-Côrtes, dentre outros. Integra a Orquestra Jovem Paquetá como percussionista desde 2009 e com essa orquestra tem se apresentado nas mais importantes salas de concerto do Rio de Janeiro. Com essa orquestra, acaba de cumprir uma agenda de 5 concertos pela Alemanha em Nürtingen, Bonn, Bad Bevensen, Hannover e Berlim. Participou do Festival de Música de Londrina com quem teve aulas com o percussionista Marcelo Casagrande, participando da Banda Sinfônica do Festival.



Fausto Maniçoba

Natural do Rio de Janeiro, Fausto Maniçoba iniciou seus estudos de percussão em 2009 com Lourenço Vasconcellos no projeto Bem Me Quer Paquetá. Em 2010 participou do Festival de Música de Londrina apresentando a Cantata Carmina Burana de Carl Orff  e tendo aulas com o professor Marcelo Casagrande. Participou de outros festivais com professores nacionais e internacionais como: Isao Nakamura (Alemanha), Malcolm Lim (Canadá), Ronni Kot Wenzell (Dinamarca), Fábio Oliveira (Brasil - Goiás), entre outros. É percussionista da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro e 1° percussionista da Orquestra Jovem Paquetá com a qual realizou uma turnê pela Alemanha em 2014 tocando em diversas cidades. Como integrante do projeto Bem Me Quer Paquetá participou de todos os espetáculos musicais que tiveram músicas comissionadas por Edino Krieger, Tim Rescala, João Guilherme Ripper e Edmundo Villani-Côrtes. Atualmente cursa Bacharelado em Percussão na UFRJ e leciona no Instituto Zeca Pagodinho.


 
     

 

 

Apresentação Quem somos Projeto Bem Me Quer Paquetá Os Músicos A Equipe
Partituras compartilhadas Agenda Noticias Fotos e vídeos Links importantes Contato

Copyright © 2014 / 2015- Orquestra Jovem de Paquetá - Site desenvolvido por StockGospel.com